Cepsa promove 5ªs Jornadas Técnicas sobre Betumes

12 Março, 2018.

Cepsa promove 5ªs Jornadas Técnicas sobre Betumes

A 5ª edição das Jornadas Técnicas sobre Betumes realizou-se na passada quinta-feira, em Lisboa. Promovidas pela empresa Cepsa e pelo Centro Rodoviário Português (CRP) as Jornadas juntaram na Fundação Oriente, associações, empresas e profissionais da área de pavimentos rodoviários e aeroportuários, na apresentação e debate das mais recentes inovações no setor.

O evento organizou-se em torno de três sessões dedicadas aos novos produtos betuminosos, conservação corrente e conservação periódica de redes.

Na área de novos produtos foram abordados temas como a evolução das especificações de ligantes betuminosos, pela Cepsa, misturas asfálticas utilizando betume de baixa temperatura, pela Universidade Coimbra, contribuição das nanotecnologias na resistência ao envelhecimento, pelo Instituto Superior Técnico e utilização de misturas asfálticas na ferrovia, pela Universidade de Granada.

Na sessão dedicada à conservação corrente, foram apresentados casos de estudo como a impermeabilização de tabuleiros de pontes (viaduto A1 Coimbra N/Coimbra S), pela Cepsa, reciclagem semi-quente na EN 244, pela Infraestruturas de Portugal, utilização de betume de elevado desempenho Elaster RAF AV, pela Alves Ribeiro, utilização de betume de borracha de alta viscosidade, pela Ecoasfalt, Concessão Algarve Litoral, pela Tecnovia e Aeroporto da Madeira com a utilização de selante de fissuras, pela Mota Engil.

A Vice-Presidente da Cepsa Portugal, Ruth Breitenfeld, destacou o desempenho dos pavimentos portugueses nos rankings internacionais – de acordo com o relatório 2017-2018 sobre a qualidade das infraestruturas rodoviárias do Fórum Económico Mundial, Portugal possui a 8ª melhor infraestrutura rodoviária do Mundo e a 2ª melhor da Europa. Avançou ainda que apesar de os rankings apontarem para a elevada qualidade das estradas nacionais, dados recentes identificam a qualidade das infraestruturas como uma das principais preocupações dos condutores portugueses.

António Pinela, Vice-Presidente do Centro Rodoviário Português (CRP), sublinhou a este propósito que é importante construir um Sistema de Gestão de Pavimentos mais sofisticado que permita o diagnóstico do estado da via, caracterizando o estado de uso e de desgaste, avaliando a performance do piso e as suas necessidades, bem como os melhores materiais e técnicas para reconstruir e conservar o pavimento.

Em nota final, Gerardo Pardo, Líder Global da área de Betumes Cepsa, reforçou a liderança da Companhia no setor e relembrou da importância de garantir o conforto e segurança dos utilizadores da rede viária.

A Cepsa criou a 1ª fábrica de betumes nacional em 1966 e foi também pioneira no desenvolvimento de Betumes Borracha em Portugal e Espanha. A Companhia tem, de momento, uma quota de mercado de 30% na área de pavimentação da rodovia e ferrovia em Portugal.

Fonte: EngenhariaCivil.com; Cepsa | Imagens (adaptadas): EngenhariaCivil.com




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório