Asnas de Madeira – A Importância da Rigidez das Ligações

25 Fevereiro, 2009.

Em Portugal, a construção tradicional contempla coberturas e pavimentos de madeira e, em certos casos, paredes de alvenaria reforçadas com madeira. Um número significativo destes edifícios continua em uso, mesmo tendo sofrido significativas alterações.

Mesmo após a generalização do uso do betão armado, as coberturas de madeira permaneceram frequentes. A típica cobertura de madeira Portuguesa apresenta asnas como principal elemento estrutural, com uma pendente variável entre os 20º e os 30º, sendo materializada por telhas cerâmicas apoiadas sobre as varas espaçadas de 40-50 cm, que repousam por sua vez sobre a cumeeira, as madres e o frechal. Normalmente, as coberturas de madeira são constituídas por asnas simples (ou de Palládio) de vãos médios entre 6 e 7 metros.
Texto baseado no original de Jorge Branco, Paulo Cruz, Maurizio Piazza


Comentar

* Obrigatório