Estrutura metálica de torres elétricas de alta-tensão reconvertida para cobertura de estação ferroviária

18 Abril, 2018.

Estrutura metálica de torres elétricas de alta-tensão reconvertida para cobertura de estação ferroviária

Um Investigador do Departamento de Engenharia Civil da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPEL) desenvolveu um projeto conceptual de reaproveitamento da estrutura de torres elétricas de alta-tensão desativadas, com o objetivo de utilizar os elementos de aço na execução da nova estação ferroviária daquela cidade suíça.

Embora teórico, o estudo poderá ser utilizado como base para projetos de reutilização de estruturas metálicas elétricas que vão ser substituídas ou desativadas. Esta é uma alternativa que faz mais sentido, do ponto de vista da sustentabilidade, do que a simples reciclagem do material de estruturas em fim de vida útil de serviço, em particular se os materiais não necessitarem de alterações profundas para poderem ser usados em novas aplicações.

Desta forma, a reutilização de materiais, especialmente se estes forem utilizados em aplicações similares, é uma excelente estratégia de reduzir a pegada ecológica inerente às novas construções, uma vez que cerca de 70% dos gases de efeito de estufa associados a estas, provém da extração da matéria prima e do fabrico dos elementos construtivos.
Por outro lado, esta abordagem também reduz a quantidade de resíduos decorrentes da atividade construtiva, que corresponde, no espaço europeu, a cerca de um terço da totalidade dos resíduos produzidos e tem a vantagem adicional de preservar os recursos naturais.

Para a elaboração do estudo, o Engenheiro Civil suíço recorreu, numa primeira fase à classificação e categorização dos diferentes elementos de aço constituintes de distintos modelos de torres elétricas correntes de alta-tensão, de forma a recolher informações sobre as suas propriedades mecânicas.

Com base nesses dados, o Investigador da EPEL desenvolveu algoritmos de otimização que permitem determinar quais os pontos adequados, de pontes ou edifícios, onde os materiais metálicos reaproveitados podem ser melhor aplicados. Estes algoritmos têm como dados de entrada o número de elementos de aço disponíveis para reutilização, a sua geometria, massa e propriedades mecânicas, possibilitando a determinação da forma como esses elementos podem ser integrados no novo projeto, tendo em conta a minimização de criação de novos resíduos.

O novo método foi testado na criação de um projeto de prova de conceito que consistiu na utilização dos elementos de aço constituintes de seis torres de alta-tensão localizadas no Cantão de Valais. O desmantelamento destas torres em final de vida daria origem a cerca de 18 mil barras de aço, 80% das quais poderiam ser reutilizadas graças ao uso do novo algoritmo desenvolvido pelo engenheiro suíço, na construção da estrutura de cobertura da nova estação ferroviária de Lausanne.

Para o projeto conceptual foram estabelecidas duas condicionantes principais: deveriam ser reduzidos ao máximo o número de cortes de elementos estruturais existentes e as ligações estruturais das torres metálicas deveriam ser, sempre que possível, integradas na nova construção.
No dimensionamento optou-se igualmente por uma abordagem estrutural, o que permitiu que elementos compostos das torres fossem introduzidos integralmente no novo projeto da cobertura metálica.

Fonte: EngenhariaCivil.com; EPEL | Imagens (adaptadas): EngenhariaCivil.com; via EPEL




Outros artigos interessantes:


         
    


Tópicos Relacionados

         -  Sistemas de coordenadas locais e globais
         -  Cálculo da Carga de uma Banheira
         -  Hélice SAP2000 - Exibir elemento com a face externa continuamente
         -  Cálculo estrutural de pontilhão
         -  Viga apoiada em outra viga
         -  Tramo de vigas
         -  Sapatas/Fundações no Robot Estrutural
         -  Duvida em fixaçao de longarinas - ponte rural
         -  Reações de apoio para treliça
         -  Contrapiso ou "Prontilaje"
          

Artigos Relacionados

         -  Engenheiros alemães desenvolvem software que permite otimizar a utilização ...
         -  Porque é que o betão necessita de reforço
         -  Analysis3D 2.05
         -  Aprendizagem artificial aplicada na monitorização da saúde estrutural da ...
         -  Engenheiros Búlgaros criam novo método de endurecimento de aç...
         -  MX3D é a primeira ponte metálica do mundo construída ...
         -  Engenheiros norte-americanos criam película que facilita a monitorização da ...
         -  Tutorial da ferramenta de ligações estruturais do Revit 2018
         -  Materiais de elevada resistência estrutural imitam organismos existentes na natureza

Vídeos Relacionados

         -  Operação da plataforma MBI 200 na inspeção da estrutura de ...
         -  Gigantesca estrutura metálica em arco de Chernobyl
         -  Aumento da resistência do metal através de deformações ...
         -  Selante ecológico para betão desenvolvido na Universidade de Purdue
         -  Grua montada a 2975 metros de altitude na Alemanha
         -  Construção da ponte metálica em arco de Alconétar
         -  Reconstrução de ponte metálica em Bratislava
         -  Tuned mass damper do edifício Taipei 101 bate recorde mundial
         -  Ponte metálica expansível criada no Japão
         -  Construção do Pilar Central da Ponte de Rzeszowie sobre o ...

Comentar

* Obrigatório