Suécia inaugura primeira estrada eletrificada do mundo

19 Abril, 2018.

Suécia inaugura primeira estrada eletrificada do mundo

O Governo Sueco inaugurou recentemente, na periferia de Estocolmo, o primeiro trecho, com apenas 2 quilómetros de comprimento, de estrada eletrificada do mundo, que permite o recarregamento de baterias de veículos elétricos ligeiros e pesados, em movimento.

O carregamento em movimento é possível graças a um sistema de carris metálicos embebidos no pavimento betuminoso, que possibilitam a transmissão de eletricidade da rede pública para os veículos.
Para que os veículos possam utilizar o sistema, têm de estar equipados com um braço mecânico que desce, desde a parte inferior do chassis e se acopla aos carris metálicos. Quando o veículo se afasta dos carris, o braço é automaticamente desacoplado.

O sistema não transmite eletricidade à superfície, sendo a esta efetuada a 6 cm de profundidade. Desta forma, mesmo quando a estrada se encontra alagada ou coberta de neve, não existe risco de electrocução ou curto-circuito.

O sistema permite igualmente identificar cada veículo individualmente e calcular o seu consumo energético específico, procedendo ao débito automático, na conta do condutor, dos custos da eletricidade carregada.

Este tipo de carregamento dinâmico tem vantagens significativas sobre os sistemas tradicionais de carregamento estático em estações de serviço e parques de estacionamento. Além da vantagem óbvia de não obrigar à paragem do veículo para recarregamento, possibilita que as baterias dos carros elétricos possam ser mais pequenas e portando os seus custos de fabrico possam ser reduzidos para valores mais acessíveis ao cidadão comum.

No que diz respeito aos veículos pesados, estes beneficiam ainda mais deste tipo de sistema de carregamento dinâmico ao poderem, quando a rede rodoviária estiver adaptada para tal, fazer viagens de longo curso para transporte de passageiros, bens e mercadorias, sem necessidade de qualquer paragem.

Embora este primeiro trecho experimental tenha um comprimento relativamente curto, a Suécia planeia, no âmbito do objetivo de redução de 70% nas emissões resultantes de sistemas de transporte, até 2030, expandir o sistema de eletrificação de estradas a uma parte significativa da rede rodoviária do país.

O custo de instalação do sistema, que pode ser adaptado a qualquer tipo de rodovia, é de cerca de 1 milhão de Euros por quilómetro.

Fonte: EngenhariaCivil.com; eRoadArlanda/Guardian | Imagens (adaptadas): EngenhariaCivil.com; via eRoadArlanda




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório