Materiais Usados em Pavimentos Rodoviários Estão Reduzir o Tempo de Vida das Estradas Australianas

31 Março, 2015.

Materiais Usados em Pavimentos Rodoviários Estão Reduzir o Tempo de Vida das Estradas Australianas

Os pavimentos das estradas de algumas zonas do Oeste da Austrália estão a apresentar, de forma generalizada, preocupantes sinais de degradação prematura. Estudos desenvolvidos pelo Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Curtin mostraram que a causa poderá residir na forma como os materiais de base foram aplicados.

Em causa está o HCTCRB (Hydrated Cement Treated Crushed Rock Base), um material tipicamente usado em camadas de base de pavimentos rodoviários, constituído por agregado britado misturado com água e 1% a 2% de cimento Portland. A mistura é armazenada por períodos específicos de hidratação situados entre 7 e 90 dias. Antes da aplicação é feita a remistura de forma a quebrar as ligações comentícias.

O HCTCRB foi inicialmente criado com o objetivo de ultrapassar os problemas de deterioração por fadiga e fendilhamento, tipicamente associados às bases tratadas com cimento convencionais, oferecendo igualmente uma maior resistência ao corte e menor sensibilidade à humidade, o que conduz a uma maior durabilidade das estradas.

De acordo com os investigadores da Universidade de Curtin, o problema reside não no material em si, mas na forma como este é aplicado.
Após o fabrico, o material encontra-se por vezes um pouco seco, o que dificulta a sua aplicação, pelo que algumas construtoras adicionam água para permitir uma manipulação e compactação mais fáceis. Esta é a causa do problema, uma vez que a adição de água imediatamente antes ou durante a aplicação altera negativamente o desempenho do material.

Ainda segundo os investigadores, existe uma forma simples de minimizar as consequências negativas da hidratação pós-fabrico. Ensaios realizados em laboratório indicam que basta aguardar a secagem da superfície da camada de HCTCRB antes da aplicação das camadas seguintes da estrutura de pavimento, para que o material tenha uma performance próxima do normal.

Fontes: Characteristics of Hydrated Cement Treated Crushed Rock Base (HCTCRB) for Western Australian Roads – Chummuneerat, Suphat and Jitsangiam, Peerapong and Nikraz, Hamid. 2011; phys.org | Imagem (adaptada – ilustrativa): Bitu-mill




Outros artigos interessantes:




4 Comentários a Materiais Usados em Pavimentos Rodoviários Estão Reduzir o Tempo de Vida das Estradas Australianas

  1. Professores Luís Picado Santos e José Neves Coordenam Curso de Reabilitação de Pavimentos em Lisboa | EngenhariaCivil.com

    […] curso “Organização e Técnicas de Reabilitação de Pavimentos” realiza-se nos dias 4 e 5 de Junho, no Instituto Superior Técnico, em Lisboa. Organizado […]

  2. A extraordinária impressora de pavimentos rodoviários holandesa | EngenhariaCivil.com

    […] “RPS6 RoadPrinter” e é um engenhoso equipamento de assentamento de pavimentos rodoviários de blocos desenvolvido na Holanda pela empresa RPS – Road Paving Systems. Esta […]

  3. Reparação de pavimentos rodoviários betuminosos através de micro-ondas | EngenhariaCivil.com

    […] de Minnesota Duluth (UMD) estão a estudar novas formas de reparar degradações localizadas, em pavimentos rodoviários, obtendo remendos mais eficientes e […]

  4. Construindo pavimentos de estradas com esterco de porco | EngenhariaCivil.com

    […] Uma equipa de investigadores da Universidade Estatal Agrícola Técnica da Califórnia do Norte (NCAT), com o apoio da Fundação Científica Nacional (NSF), está a estudar a possibilidade da utilização de dejetos de porco no fabrico de ligantes para pavimentos rodoviários. […]

Comentar

* Obrigatório