Utilização de Pavimentos Rodoviários Brancos na Redução da Temperatura das Cidades

5 Junho, 2014.

Utilização de Pavimentos Rodoviários de Cor Branca Para Redução da Temperatura das Cidades

Um grupo de investigadores australianos acredita que o revestimento com tinta branca de pavimentos rodoviários urbanos poderá reduzir em, até 7ºC a temperatura média do ar nas cidades. Os pavimentos betuminosos correntes, que constituem uma parte significativa da superfície dos centros urbanos, absorvem e conservam uma grande quantidade de calor, muito devido à sua cor escura.

De acordo com o especialista de sustentabilidade Michael Mobbs, do projeto Cool Change Cities, a utilização de betuminosos de cores mais claras ou a pintura da sua superfície de cor branca, é uma estratégia de elevada eficiência para manter, durante os meses mais quentes do ano, as cidades a temperaturas mais amenas.
Em contraste com o cinzento-escuro ou preto, a cor branca confere às superfícies de elementos construtivos, especialmente os de elevada inércia térmica, uma maior refletividade, possibilitando a diminuição dos ganhos solares.

Esta medida, defende Michael Mobbs, em conjunto com a adoção de terraços verdes em edifícios, instalação de revestimentos refletores em coberturas e outras superfícies construtivas e plantação de árvores, é fundamental para reduzir o calor nos centros urbanos e diminuir os gastos de ventilação e arrefecimento em edifícios.

Os benefícios da utilização de revestimentos refletores em pavimentos para atenuação das chamadas ilhas de calor urbanas (ICU) não tem sido, no entanto, um tema consensual.
De acordo com estudos recentemente publicados pela Universidade Estatal do Arizona, existem algumas consequências adversas na adoção deste tipo de solução. Em particular, há a possibilidade efetiva do calor ser refletido para os edifícios adjacentes, o que resultaria no aumento dos gastos energéticos de arrefecimento.
Por outro lado, nos meses mais frios, a medida poderia resultam num aumento global dos custos de aquecimento das habitações.
Outras consequências prováveis seriam, de acordo com os investigadores Jiachuan Yang, Zhihua Wang e Kamil Kaloush, a acumulação mais fácil de neve e gelo nas estradas e redução da precipitação.

Fonte: Michael Mobbs; “Unintended Consequences: A Research Synthesis Examining the Use of Reflective Pavements to Mitigate the Urban Heat Island Effect” – Jiachuan Yang, Zhihua Wang e Kamil Kaloush | Imagem: Urban Landscapes via Eric Patrick McCormack (adaptada/montagem)




Outros artigos interessantes:




5 Comentários a Utilização de Pavimentos Rodoviários Brancos na Redução da Temperatura das Cidades

  1. Centro Rodoviário Português Organiza Debate Sobre Investimento Privado e Interesse Público na Infraestrutura Rodoviária | EngenhariaCivil.com

    […] Transport Forum (ITF), subordinado ao tema Investimento Privado e Interesse Público na Infraestrutura Rodoviária. Os temas a abordar incluirão as funções da tarifação, a atribuição inicial e a […]

  2. ERF Discute Infraestruturas Rodoviárias e Segurança em Moscovo | EngenhariaCivil.com

    […] dia 14 de Outubro de 2014, por ocasião da DOROGA Expo, em Moscovo, o Seminário AVTODOR/ERF Sobre Infraestruturas Rodoviárias e Segurança. Este seminário centrar-se-á na segurança viária e financiamento de obras […]

  3. Centro Rodoviário Português e Estradas de Portugal Debatem Gestão Integrada das Infraestruturas Rodoviária e Ferroviária | EngenhariaCivil.com

    […] no próximo dia 20 de Outubro, no Hotel Altis, em Lisboa, a sessão Gestão Integrada das Infraestruturas Rodoviária e Ferroviária. Este é um almoço-debate que terá como orador principal o Dr. António Ramalho, […]

  4. Em curso o maior projeto rodoviário de PPP do mundo em São Petersburgo | EngenhariaCivil.com

    […] simplesmente, por ZSD ou WHSD (“Western High-Speed Diameter“). A impressionante infraestrutura rodoviária urbana terá, quando concluída uma extensão de 47 quilómetros de secção corrente com 8 vias de […]

  5. Ponte de Beipanjiang é a mais alta do mundo | EngenhariaCivil.com

    […] e suportam um vão central de 720 metros de comprimento, localizado a 564 metros de altura. A infraestrutura rodoviária é parte integrante da Autoestrada de Hangrui que liga Hangzhou a Ruili e se estende por cerca de […]

Comentar

* Obrigatório