Dinamarca desenvolve novo processo de dimensionamento de pavimentos rodoviários flexíveis

22 Junho, 2016.

Dinamarca desenvolve novo processo de dimensionamento de pavimentos rodoviários flexíveis

Investigadores do Laboratório de Geotecnia e Geologia do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Técnica da Dinamarca estão a desenvolver um modelo inovador que permite a avaliação da resposta estrutural de pavimentos rodoviários flexíveis com camadas de desgaste constituídas por misturas com agregados de dimensão reduzida.

A implementação deste tipo de misturas em camadas de desgaste, por parte da Autoridade Rodoviária Dinamarquesa, Vejdirektoratet, tem como objetivo principal a redução da resistência entre o pneu e a superfície do pavimento rodoviário flexível, sem no entanto colocar em causa a aderência, permitindo poupanças significativas de combustível.

Estudos levados a cabo pela consultora de engenharia COWI, especializada em grandes projetos rodoviários, indicam que a utilização daquele tipo de misturas permite uma redução nos consumos de até 5%. Este valor é especialmente revelante em países como a Dinamarca, em que o setor dos transporte rodoviários é responsável por 25% da energia consumida no país.

O novo modelo, ainda em desenvolvimento, possibilita a simulação do comportamento viscoelástico de pavimentos rodoviários flexíveis formados por camadas constituídas por misturas que incorporam agregados de pequena dimensão.
Possibilita igualmente a avaliação da influência que as camadas de desgaste construídas com esse tipo de mistura têm no comportamento global do pavimento.

Além disso com o novo modelo criado pelos investigadores dinamarqueses, que possibilita a avaliação da resposta mecânica interna do material à meso-escala, é possível determinar diretamente o efeito que as variações na granulometria do agregado, forma e índice de vazios têm do comportamento viscoelástico do pavimento rodoviário flexível.

Fonte: Universidade Técnica da Dinamarca | Imagem (adaptada/ilustrativa): via Constructors Inc




Outros artigos interessantes:




2 Comentários a Dinamarca desenvolve novo processo de dimensionamento de pavimentos rodoviários flexíveis

  1. Luiz Dório Victor de Carvalho

    Gostei.

    Se pudesse, iria conhecer.

  2. A restauração desastrosa de um pavimento rodoviário de madeira de 1917 | EngenhariaCivil.com

    […] na cidade de Filadélfia, EUA, distingue-se por ser uma das últimas do mundo que mantém o seu pavimento rodoviário original, construído em 1917 com blocos de madeira de carvalho. Ou pelo menos assim era até há […]

Comentar

* Obrigatório