Noruega adota dispositivos de proteção de motociclistas com funções de barreiras acústicas

18 Janeiro, 2016.

Noruega adota dispositivos de proteção de motociclistas com funções de barreiras acústicas

A Fundação para a Pesquisa Científica e Industrial (SINTEF), sediada em Trondheim, Noruega, desenvolveu um novo tipo de dispositivos de proteção de motociclistas que além da componente de segurança rodoviária tem também funções de proteção acústica. Para isso os investigadores daquele instituto recorreram a elementos de alumínio, que possuem simultaneamente boas propriedades de reflexão sonora e um bom comportamento no que diz respeito à absorção de energia durante um impacto.

O alumínio é igualmente resistente à corrosão, extremamente leve e possui trabalhabilidade e reciclabilidade elevadas.

Embora, à primeira vista, elementos planos com apenas 75 centímetros de altura não pareçam ideais para desempenharem funções de barreiras acústicas, de acordo com os investigadores do SINTEF, estes têm um excelente comportamento quando aplicados em extensões da plataforma com configuração de aterro. Nas restantes configurações da plataforma rodoviária a eficácia da proteção acústica, apesar de naturalmente menor, mantém-se válida, devido ao facto dos elementos se situarem muito próximo da fonte de ruído.

O estudo, patrocinado pela Administração Pública de Estradas da Noruega e atualmente em curso, inclui extensas baterias de ensaios, que permitirão otimizar a geometria dos dispositivos de proteção de motociclistas. Nesse âmbito o SINTEF recorre a modelos computacionais avançados que possibilitam a previsão do desempenho acústico e mecânico.

Fonte: Gemini/SINTEF | Imagens (adaptadas): via Gemini/SINTEF




Outros artigos interessantes:




2 Comentários a Noruega adota dispositivos de proteção de motociclistas com funções de barreiras acústicas

  1. Guilherme Paiva

    Como esse sistema protegerá os motociclistas? Não entendi….

  2. Carlos Marques

    Estes tipo de dispositivos é usado há já alguns anos em vários países europeus, incluindo portugal, embora sem a componente acústica que os noruegueses pretendem agora introduzir.
    As guardas de proteção flexível sem estes painéis de proteção tendem a ser não só pouco eficazes no caso de embate de motociclistas, como em determinadas circunstâncias, extremamente perigosas, favorecendo o impacto diferido que potencia lesões graves.
    A existência dos dispositivos de proteção de motociclistas permite que quando o motociclista é arrastado ao longo do pavimento em direção à berma, esse movimento não ultrapasse os limites da guarda de segurança, dando-se o impacto de uma forma distribuída.

Comentar

* Obrigatório