A Tubagem Infinita de Mo Ehsani

10 Setembro, 2012.

A Tubagem Infinita de Mo Ehsani

Um Professor do curso de Engenharia Civil da Universidade do Arizona criou um conceito que poderá revolucionar a indústria de fabrico de tubagens para construção civil. Mo Ehsani, utilizou polímeros reforçados com fibras (FRP)  – grelhas poliméricas recobertas com camadas de fibra de carbono impregnadas com resina epoxy – e um método construtivo inovador que, em teoria, permite criar uma tubagem de comprimento infinito.

A utilização de tubagens em construção civil recorre tradicionalmente à pré-fabricação, com betão, aço, ferro fundido ou polímeros, entre outros. As tubagens, de comprimento e diâmetro standard, são então transportadas para a obra e assentadas.

O sistema InfinitPipe, criado pelo Professor Ehsani, aposta no fabrico in-situ da tubagem, de acordo com as necessidades específicas da obra em termos de secção, de comprimento e alinhamento longitudinal da tubagem.

A Tubagem Infinita de Mo Ehsani

O processo de fabrico do InfinitPipe consiste em envolver um molde tubular, de diâmetro ajustável, com camadas de grelha plástica e fibra de carbono ou fibra de vidro, impregnada com resina epoxy de secagem rápida. Após a secagem, a tubagem desenforma-se facilmente, podendo deslizar ao longo do molde e ser acrescentada uma nova secção. É esta particularidade do processo que permite o fabrico de tubagens sem juntas de assemblagem e, teoricamente, sem limite de comprimento.

A Tubagem Infinita de Mo Ehsani

A ausência de juntas diminui radicalmente a probabilidade de fugas, o que é importante quando o líquido transportado é água, mas imprescindível quando se trata de águas residuais e fluidos inflamáveis ou tóxicos.

O processo prevê que o dispositivo de fabrico automático possa ser montado num veículo, que se vai movendo à medida que a tubagem é criada e assentada em obra.

Este processo é também mais sustentável, pois elimina a necessidade de transporte de tubagens para a obra. Apenas são transportados os materiais para fabrico, que possuem um peso bastante inferior aos materiais “tradicionais” – estas tubagens têm apenas 15% do peso de tubagens correntes com a mesma resistência.
Também os custos de manutenção são menores, uma vez que os FRP não estão sujeitos a corrosão e não necessitam de proteção catódica.

Ainda este ano, vai ser pela primeira vez utilizado o InfinitPipe em larga escala, numa obra de cerca de 11 milhões de dólares que faz parte do projeto de abastecimento de água de Navajo-Gallup.

Imagens : Universidade do Arizona, InfinitPipe, PipeMedic
Fonte: Universidade do Arizona, PipeMedic




Outros artigos interessantes:

Engenheiros Alemães Tornam Barragens Norte-Americanas Mais Eficientes
EUA Utilizam Energia dos Escoamentos em Tubagens de Redes de Abastecimento de Água Para Gerar Eletri...
SmartPipe: Uma Tubagem com Monitorização Estrutural Integrada
Novos Sensores Permitem a Avaliação em Tempo Real da Qualidade da Água
Impacto da construção de barragens e represas na geometria de deltas de rios
Hitachi desenvolve sistema de baixo custo para gestão de fugas em redes de distribuição de água

         
         


Tópicos Relacionados

         -  Melhor software para modelação hidrológica
         -  Agua quente
         -  Energia Específica
         -  Watercad
         -  Giswater - programa gratuito para a gestão de redes de ...
         -  Preciso de um engenheiro hidráulico!?
         -  Colector supenso em tecto falso
         -  Obras de reconstrução da barreira de protecção costeira da ...
         -  Rede ramificada ou malhada
         -  Dimensionamento de bomba a utilizar
          

Artigos Relacionados

         -  Tecnologia desenvolvida no Japão permite detetar e prever inundações ...
         -  Holandeses constroem canal de ondas e corrente com 300 metros de comprimento
         -  Hitachi desenvolve sistema de baixo custo para gestão de fugas ...
         -  96 milhões de bolas de plástico usadas para proteger reservató...
         -  Impacto da construção de barragens e represas na geometria de ...
         -  Turbinas Francis Estão a Falhar em Série nas Barragens ...
         -  Novos Sensores Permitem a Avaliação em Tempo Real da Qualidade ...
         -  SmartPipe: Uma Tubagem com Monitorização Estrutural Integrada
         -  Estudo Português de Otimização de Produção de Energia ...
         -  EUA Utilizam Energia dos Escoamentos em Tubagens de Redes de Abastecimento ...

Vídeos Relacionados

         -  Criando as maiores ondas artificiais do mundo no Delta Flume
         -  Bolas de plástico protegem reservatório em Los Angeles
         -  Novo Túnel de Controlo de Cheias do Tamisa
         -  Maior Infraestrutura de Energia das Marés do Mundo Avança ...
         -  Barreiras de Proteção Costeira Contra o Furacão Sandy
         -  Tubo de Venturi – Medição de Diferenças de Pressão ...
         -  Roda de Falkirk – Um Extraordinário Elevador Rotativo
         -  Instalação de Tubagens Através de Cravação Dinâmica
         -  Descarga Barragem Santa Luzia
         -  Gerador de Energia das Ondas em Funcionamento

2 Comentários a A Tubagem Infinita de Mo Ehsani

  1. Sillvio Pittra

    Ola, eu aabei de terminar a Minha Licenciatura em Eng. Civil na Área de Hidraulica, e gostaria de ter mais informaçãoes a cerca da Tubagem Infinita do Professor Mo Ehsani

  2. Conferência Internacional Sobre Polímeros Reforçados com Fibras em Engenharia Civil | EngenhariaCivil.com

    […] a 22 de Agosto em Vancouver, no Canadá, a Sétima Conferência Internacional Sobre Compósitos de Polímeros Reforçados com Fibras em Engenharia Civil (CICE 2014). Durante o evento, dirigido a engenheiros civis e académicos, […]

Comentar

* Obrigatório