Arup Publica Relatório Sobre o Futuro das Infraestruturas Ferroviárias

26 Junho, 2014.

Arup Publica Relatório Sobre o Futuro das Infraestruturas Ferroviárias

A Arup divulgou o relatório Future of Rail 2050, no qual faz uma previsão do desenvolvimento dos sistemas de transporte ferroviário nas próximas quatro décadas. De acordo com a multinacional de consultoria e projeto de engenharia, a indústria ferroviária tende a evoluir para uma manutenção totalmente efetuada por drones, comboios autónomos de alta velocidade, entrega automática de mercadorias e generalização de sistemas inteligentes de cobrança e interação com os passageiros, entre outros.

O relatório tem como base a vasta experiência da Arup em projetos ferroviários complexos, linhas de alta velocidade e sistemas de transporte autónomos, como o High Speed 1 (HS1) e o sistema PRT (Personal Rapid Transit) do aeroporto de Heathrow, no Reino Unido, o Metro Cityringen Metro em Copenhaga e as estações de Pequim Sul e St Pancras.

A Arup prevê que robots dotados de elevada inteligência artificial possam atuar colaborativamente na manutenção, monitorização, reabilitação e inspeção estrutural da ferrovias.
As linhas serão dotadas de sensores que permitirão a deteção de patologias construtivas e esforços excessivos.
Por outro lado, as composições ferroviárias contarão com sistemas mais sofisticados de comunicação em tempo real, que permitirão otimizar o tráfego de comboios de passageiros e mercadorias (que segundo a empresa terá um incremento global de 250% até 2050) e a minimização dos congestionamentos viários.

Outro ponto em destaque no relatório Future of Rail 2050 é a maior integração funcional do transporte ferroviário com outros meios de transporte, para a qual irão contribuir o avanço das tecnologias de cobrança virtual, eliminando o problema das filas, o acompanhamento por parte dos passageiros da posição exata dos transportes através da internet e a generalização dos sistemas rápidos de transporte pessoal (PRT).

Os PRT serão inteiramente alimentados através de energias renováveis e constituirão um elemento fundamental para estabelecer trajetos terminais curtos em zonas urbanas. Estes sistemas usarão tecnologias de levitação magnética que permitirão minimizar a vibração, poluição, ruído e o desgaste característico das partes móveis.

Segundo Colin Stewart da divisão de infraestruturas ferroviárias da Arup o incremento exponencial da população urbana até 2050, aumentará a pressão sobre as infraestruturas de transportes, criando ao mesmo tempo oportunidades únicas para o crescimento da ferrovia, um meio preparado para lidar com quantidades muito elevadas de passageiros. O setor ferroviário será a espinha dorsal dos sistemas de transporte que ligarão os grandes centros urbanos através de redes intermodais.

DOWNLOAD Relatório Future of Rail 2050
Future of Rail 2050

Fonte e Imagens: Arup via Marina Miceli – Europe Press Office




Outros artigos interessantes:




5 Comentários a Arup Publica Relatório Sobre o Futuro das Infraestruturas Ferroviárias

  1. Imagem do Dia: Maior Cúpula do Mundo Construída em Singapura | EngenhariaCivil.com

    […] em cúpula alguma vez construída. O estádio, projetado pelos engenheiros de estruturas da Arup e pelos arquitetos da DP Architects, teve um custo de construção de 1120 milhões de euros. […]

  2. Imagem do Dia: Icónico Edifício Londrino Gherkin à Venda por 650 Milhões | EngenhariaCivil.com

    […] e 180 metros de altura, o edifício projetado pelo gabinete britânico Foster + Partners e pela Arup e construído pela Skanska, teve um custo de execução de 138 milhões de libras, tendo sido […]

  3. Imagem do Dia: Ciclovia Flutuante Poderá ser Construída em Breve ao Longo do Rio Tamisa | EngenhariaCivil.com

    […] consórcio de engenharia e arquitetura britânico River Cycleway, que inclui empresas como a Arup ou Hugh Broughton, apresentou uma proposta que pretende melhorar significativamente a dinâmica da […]

  4. Como Serão as Nossas Estradas em 2050 | EngenhariaCivil.com

    […] de dar a conhecer a sua visão do Futuro das Infraestruturas Ferroviárias, a Arup divulgou agora um relatório sobre o futuro das estradas. Nele, a multinacional da […]

  5. Sistema Contínuo de Assentamento e Renovação Automática de Linhas Ferroviárias | EngenhariaCivil.com

    […] assentamento e renovação, em contínuo, de carris, travessas, fixações e da base de balastro em linhas ferroviárias. Desenvolvido pela fabricante austríaca Plasser & Theurer, umas das maiores do mundo no seu […]

Comentar

* Obrigatório