EUA criam sistema de carregamento elétrico sem fios para redes urbanas de autocarros

10 Maio, 2018.

EUA criam sistema de carregamento elétrico sem fios para redes urbanas de autocarros

Com a substituição massiva, pelas operadoras de transportes urbanos, de veículos a diesel por veículos elétricos, os EUA preparam-se para adaptar a sua infraestrutura a este tipo de tráfego, através da instalação de sistemas avançados de carregamento elétrico sem fios.

De forma a que seja possível manter os autocarros elétricos a circular de uma forma eficiente, é necessário que estes estejam de livres dos constrangimentos decorrentes dos sistemas de cabos e catenárias que possibilitam o tradicional recarregamento de baterias por contacto. Em vez disso, as autoridades de transportes do país e as operadoras privadas estão a apostar em tecnologias sem fios que permitam que a transição para os sistemas de autocarros elétricos mantenha todas as virtudes associadas aos tradicionais sistemas alimentados por combustíveis fósseis, com as vantagens ambientais, de custos e de sustentabilidade das tecnologias elétricas.

Um exemplo desses sistemas de carregamento sem fios para autocarros elétricos, é o recentemente apresentado pela companhia Momentum Dynamics, que instalou em Wenatchee, no Estado de Washington, a primeira plataforma de 200 kilowatt para carregamento ultra-rápido, do continente americano.

O sistema da Momentum Dynamics aproveita o facto de os sistemas urbanos de autocarros implicarem paragens, para a troca de condutores ou para cumprir horários. Consiste num conjunto de equipamentos de carregamento elétrico por indução, que pode ser integrado em pavimentos rodoviários correntes de paragens terminais estratégicas, permitindo que o abastecimento possa ser feito sem qualquer alteração à normal rotina.

No trecho experimental onde o sistema foi instalado, os autocarros elétricos necessitam de uma paragem de apenas 5 minutos, na estação terminal, para que as baterias tenham carga mais do que suficiente para efetuar novamente todo o percurso.

Fonte: EngenhariaCivil.com; Momentum Dynamics | Imagens (adaptadas): EngenhariaCivil.com; via Momentum Dynamics




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório