Desenvolvimento de Programas de Cálculo Automático para Análise Estrutural

20 Agosto, 2011.

Modelo de ponte metálica em treliça

A utilização de métodos simplificativos de análise estrutural pode conduzir a soluções substancialmente diferentes das soluções correctas, dependendo do próprio método adoptado e da complexidade do fenómeno a traduzir. Por seu lado, os modelos numéricos revelam-se uma técnica suficientemente correcta e eficaz, pois a sua apetência para serem traduzidos para programas de cálculo automático e a qualidade de resultados que geralmente permitem obter, são também argumentos do acentuado crescimento da aplicação destes modelos na análise de problemas em engenharia, destacando-se nos últimos anos, o Método dos Elementos Finitos (M.E.F.).

Este método discretiza um meio contínuo, em elementos interligados por pontos nodais. Ao se impor o equilíbrio dos pontos nodais obtêm-se um sistema de equações de equilíbrio que permitem analisar o comportamento do corpo.

 

Texto baseado no original de Joaquim António Oliveira de Barros




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório