Execução de estruturas de materiais compósitos através de impressão 3D

19 Agosto, 2015.

Execução de estruturas de materiais compósitos através de impressão 3D

A Universidade de Delaware desenvolveu uma nova forma de fabricar estruturas de materiais compósitos avançados. O método, que está a ser testado em compósitos estruturais têxteis, utiliza tecnologias de impressão 3D para a obtenção de pré-formas, possibilitando a criação de elementos estruturais de grande dimensão e complexidade sem quaisquer juntas de ligação.

Ao contrário das técnicas convencionais para obtenção de elementos estruturais de materiais compósitos que passam, de uma forma geral, pelo fabrico de diversas componentes que são depois unidas para formar o elemento final, o novo método permite a obtenção de peças contínuas sem quaisquer pontos de união que impliquem o aumento da probabilidade de defeitos estruturais.

Recorrendo ao chamado “fabrico aditivo”, que consiste na deposição sucessiva de camadas de material, com base num modelo digital os investigadores norte-americanos conseguiram fabricar, com grande precisão, elementos de elevada complexidade que não necessitam de qualquer pós-tratamento ou acabamento geométrico.

A nova técnica permite igualmente a introdução automática, durante o processo de fabrico, de variações na composição do material, possibilitando, por exemplo o aumento da densidade em zonas do elemento potencialmente sujeitas a maiores esforços estruturais.

O fabrico aditivo das pré-formas conduz assim a uma produção mais rápida do elemento estrutural final, originando menor desperdício de material.

Fonte: Universidade de Delaware | Imagens (adaptadas-ilustrativas): via Universidade de Delaware; Crawford




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório