Terminal Aeroespacial Virgin Galactic

17 Março, 2014.

Terminal Aeroespacial Virgin Galactic

O Terminal Virgin Galactic, cuja construção ficou recentemente concluída, é um dos mais singulares edifícios da América do Norte, tanto na sua função, de albergar naves espaciais comerciais, como também pela sua magnífica estrutura, perfeitamente integrada no deserto do Novo México. O terminal faz parte do complexo espaçoportuário de 200 milhões de dólares, Spaceport America, com cerca de 62 mil metros quadrados de área e uma pista de 3 quilómetros de comprimento, com capacidade para veículos espaciais de decolagem horizontal e vertical.

O edifício, que combina funções de terminal de passageiros e de hangar, possuindo instalações para treino de astronautas, desenvolve-se em três pisos.
A sua estrutura prolonga-se em continuidade com o terreno adjacente, exibindo uma cobertura ondulante, que imita uma formação rochosa natural.

O projeto e construção do terminal foram desenvolvidos com sustentabilidade e respeito ambiental em mente, tendo recebido uma classificação “Ouro” no âmbito da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O edifício possui sistemas fotovoltaicos, de ventilação natural e de dissipação subterrânea de calor.

O projeto de engenharia civil, incluindo estruturas, do Terminal, teve autoria da consultora norte-americana URS Corporation, PHA Consult e Foster + Partners. O projeto de arquitetura foi executado pela SMPC Architects.

O terminal é atualmente o centro de operações de várias empresas aeroespaciais, nomeadamente a Virgin Galactic, SpaceX, UP Aerospace e Armadillo Aerospace.

Fonte: Virgin Galactic; Foster + Partners; SMPC Architects
Imagens: via Foster + Partners




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório