Asnas Tradicionais de Madeira

14 Janeiro, 2010.

As coberturas tradicionais de madeira, quer sejam de uma, de duas ou mais águas, possuem na sua estrutura principal asnas. As asnas de madeira podem ser de inúmeras configurações geométricas. A escolha da sua tipologia recai sobre vários factores entre os quais se destacam o vão a cobrir, a natureza das acções a considerar, a inclinação da cobertura, a arquitectura e as operações de montagem e execução. Sobre as asnas repousam as madres, a fileira e a substrutura de suporte à cobertura (varas e ripas).

As asnas são normalmente constituídas por um elemento horizontal (a linha), por duas pernas inclinadas para a formação da vertente do telhado, por um elemento vertical apertado no vértice do telhado pelas pernas (o pendural) e por duas escoras inclinadas que ligam as pernas ao pendural. Contudo, o grau de complexidade da sua geometria aumenta com o vão a cobrir.

Texto baseado no original de Jorge Branco, Ana Santos, Paulo Cruz

 


Outros artigos interessantes:

Recorde de Desempenho na Simulação da Propagação de Ondas Sísmicas Obtido na Alemanha
Catalunha Utiliza Robots na Construção de Estruturas
Aço Mais Resistente Inspirado na Estrutura Óssea Criado na Carolina do Norte
Posicionamento por Arrastamento Lateral da Estrutura da Ponte de Lardo no Idaho
Nano Treliças Fractais Poderão ser Utilizadas no Fabrico de Elementos Estruturais
Estruturas que Mudam de Forma Desenvolvidas por Investigadores Espanhóis

         
         


Tópicos Relacionados

         -  Duvida Tekla Structures
         -  Estrutura para Sobrado e Muro com pré-moldados de concreto
         -  Capitel no cypecad
         -  Ajuda com esforços combinados - Estrutura em madeira
         -  Constante de empenamento para um tubo rectangular oco
         -  Midas Gen – Bases de Modelação e Análise
         -  duvida sobre o calculo das aberturas de fissuras
         -  metálicas urgente :)
         -  Ajuda - Emendar parte de viga em sacada pronta
         -  Ajuda - Ampliar viga de sacada.
          

Artigos Relacionados

         -  Criando Estruturas Complexas Através de Impressão 3D com Cimento Portland
         -  Universidade de Stanford Desenvolve Soluções Antissísmicas de Baixo Custo
         -  Estruturas que Mudam de Forma Desenvolvidas por Investigadores Espanhóis
         -  Mais Alto Edifício Pré-fabricado do Mundo Construído na China em Apenas 19 Dias
         -  Nano Treliças Fractais Poderão ser Utilizadas no Fabrico de Elementos Estruturais
         -  Investigadores Sul-Coreanos Desenvolvem um Tipo de Aço Leve Mais Dúctil e Resistente
         -  Utilização de Polímeros Reforçados com Fibras na Construção de Estruturas
         -  Skanska Está a Desenvolver o Primeiro Dispositivo Comercial do Mundo Capaz de Impressão 3D de Betão
         -  Posicionamento por Arrastamento Lateral da Estrutura da Ponte de Lardo no Idaho
         -  Investigadores Alemães Desenvolvem Sistema Híbrido para Inspeção de Aço de Alta Resistência

Vídeos Relacionados

         -  Universidade de Berkeley Utiliza Cimento Para Imprimir Blocos Estruturais
         -  Ensaio de uma Estrutura Equipada com Isoladores Sísmicos
         -  Catalunha Cria Sistema Estrutural Capaz de Mudar de Forma
         -  Edifício na China Construído a um Ritmo de 3 Pisos Diários
         -  Tecnologia de Impressão 3D de Betão da Universidade de Loughborough
         -  Ponte nos EUA Arrastada 21 Metros Lateralmente
         -  Espanha Cria Conjunto de Robots que Imprimem Estruturas
         -  Comportamento de Ligas Metálicas com Memória
         -  Método da Cunha Pneumática Para Execução de Estruturas
         -  Micro-Robots Constroem Treliça com Barras Fibra de Carbono

2 Comentários a Asnas Tradicionais de Madeira

  1. engenharia civil

    Muito se utilizou nas coberturas as asnas de madeira

  2. Rúben Gomes

    nos tempos actuais, não nos podemos esquecer que o uso da madeira não só serve para embelezar a estética de edifícios e para usos menores, mas para também nos lembrar que a madeira sempre foi uma das bases principais para a construção de infraestruturas e, graças a esta, podemos evoluir na construção.

Comentar

* Obrigatório