Uma viagem às entranhas da central hidroelétrica subterrânea de Linthal na Suíça

10 Junho, 2016.

Uma viagem às entranhas da central hidroelétrica subterrânea de Linthal

A central hidroelétrica de Linthal é uma das mais impressionantes infraestruturas subterrâneas da Europa. Com um reservatório de montante localizado 2490 metros acima do nível do mar, o conjunto tem uma capacidade de produção de 1,450 megawatts de energia renovável.

Esta central com bombagem faz parte do complexo Linth–Limmern, um intrincado sistema de adutoras e estações hidroelétricas localizadas no cantão de Glarus, no Nordeste da Suíça.
Tira partido do desnível de cerca de 600 metros entre o Lago Mutt e o Lago Limmern que conta com uma capacidade de armazenamento superior a 92 milhões de metros cúbicos.

A água circula, num trajeto primário do reservatório de montante para o de jusante, acionando quatro hidrogeradores que transformam a massiva energia potencial da queda em energia elétrica.
A energia produzida em excesso, que não é aproveitada pela rede pública de distribuição, é reencaminhada para um grupo de bombagem que reencaminha a água em sentido oposto, do reservatório inferior para o superior, servindo este como uma espécie de bateria natural de armazenamento de energia.

O sistema utiliza equipamento hidrogerador de velocidade variável da General Electric de elevado desempenho que permite alcançar uma eficiência energética global, durante o ciclo de geração/bombagem, próxima dos 80%.

A produção de eletricidade da central hidroelétrica de Linthal é suficiente para alimentar cerca de 1 milhão de habitações.

Fonte e Imagens (adaptadas): General Electric/GE Reports




Outros artigos interessantes:




1 Comentário a Uma viagem às entranhas da central hidroelétrica subterrânea de Linthal na Suíça

  1. Francisco de Assis Monteiro

    Recebi esse mensagem que pra mim significa uma verdadeira aula de engenharia, trabalho em uma pequena usina no interior do Pará e ver uma obra prima como essa me deixou curioso, quem me dera eu pudesse visitar um monumento desse, parabenizo os seus idealizadores e construtores pois são ases da engenheira.

Comentar

* Obrigatório