Como construir uma central de dessalinização para 600 mil habitantes

12 Fevereiro, 2018.

Como construir uma central de dessalinização para 600 mil habitantes

A multinacional francesa Veolia realizou um pequeno filme que acompanha o processo de construção da extensão à Central de Dessalinização de Sur, no sultanato de Omã. A obra permite o abastecimento de água potável a cerca de 600 mil habitantes.

O rápido crescimento da população naquele país da costa sudeste da Península Arábica trouxe consigo novos desafios no que diz respeito à sustentabilidade das suas infraestruturas. A escassez de água potável, devido à extração excessiva em fontes subterrâneas, foi uma das consequências desse crescimento, pelo que a procura de fontes hídricas alternativas, tal como a dessalinização da água do mar, tornou-se uma necessidade absoluta.
A dessalinização da água do mar é uma solução de elevado potencial no que diz respeito à atenuação de problemas de escassez de água potável, sendo possível, através da utilização de tecnologias de última geração tornar este tipo de infraestrutura totalmente sustentável e económica e ecologicamente eficiente.

O vídeo acompanha o processo de construção da central, desde novembro de 2014, altura em que se iniciaram os trabalhos de terraplenagem e escavações para construção de fundações. É mostrada a execução da estrutura metálica do edifício principal, a instalação dos gigantescos filtros de água exteriores e de cerca de 3 mil toneladas de equipamento, com um pico de 700 operários a trabalhar em simultâneo no estaleiro.

Em maio de 2016 iniciam-se os primeiros testes do equipamento de filtragem água e em meados de julho, ambas as plantas, a existente e a nova extensão, arrancam a 100% com a produção de água potável, a um ritmo combinado de 5500 metros cúbicos por hora.

Fonte: EngenhariaCivil.com; Veolia | Imagens (adaptadas): EngenhariaCivil.com; via Veolia




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório