As massivas estruturas do sistema de proteção de cheias de Tóquio

23 Janeiro, 2017.

As massivas estruturas do sistema de proteção de cheias de Tóquio

A Journeyman Pictures produziu um interessante documentário sobre o sistema de defesa contra cheias da área metropolitana de Tóquio, no Japão. O sistema inclui, entre outras características impressionantes, o maior conjunto de reservatórios intermédios de água de cheias do mundo, ligados por uma rede de túneis com 6,4 quilómetros de comprimento.

A tarefa de manter 30 milhões de pessoas seguras numa zona de elevado risco de cheias, não é simples. As tragédias ocorridas no passado obrigaram o Japão a investir no desenvolvimento de tecnologias e infraestruturas que permitissem fazer face às frequentes e devastadoras cheias.

O sistema é na sua quase totalidade subterrâneo e, portanto, encontra-se oculto e inacessível aos habitantes da metrópole que, sem se aperceberem, circulam à superfície.

O seu objetivo principal é quebrar o momento das cheias e impedir que as populosas áreas urbanas sejam atingidas. Durante a ocorrência de cheias, parte do caudal do Rio Sumida é desviada, através da rede de túneis, para os reservatórios intermédios. Destes, a água é conduzida, utilizando de um conjunto de quatro bombas capazes de bombear 50 metros cúbicos de água por segundo, para um curso de água periférico, o Rio Edo, que conduz o excesso de caudal para a periferia da bacia principal.

As dimensões dos reservatórios, construídos em betão armado, são verdadeiramente impressionantes, tendo cada um 65 metros de altura e 32 metros de diâmetro. As massivas estruturas, instaladas 50 metros abaixo da superfície, são suportadas por pilares colossais, cada um com mais de 500 toneladas de peso.

A construção do sistema que é considerado uma das maravilhas modernas da Engenharia Civil, demorou 13 anos e teve um custo total próximo dos 3 mil milhões de Euros.

Fonte: Journeyman Pictures | Imagens (adaptadas): via Journeyman Pictures




Outros artigos interessantes:




1 Comentário a As massivas estruturas do sistema de proteção de cheias de Tóquio

  1. Hernâni Vidigueira

    Estes tratam as coisas de forma séria…

Comentar

* Obrigatório