Comparativo de Resistência à Compressão do Concreto entre os Métodos de Moldagem Remota e Moldagem In Loco para Diferentes Traços

8 Setembro, 2016.

Comparativo de Resistência à Compressão do Concreto entre os Métodos de Moldagem Remota e Moldagem In Loco para Diferentes Traços

Este trabalho aborda o estudo comparativo de resistência à compressão axial do concreto com relação às moldagens remota e in loco. Analisando o volume de concreto utilizado mundialmente, sendo este o principal material da construção civil, bem como sua propriedade mais importante, a resistência à compressão, torna-se válido um estudo levando em conta tais considerações.

A intenção é analisar e comparar os resultados das amostras (corpos de prova) para ambas as moldagens e verificar se as duas são aplicáveis e, se possível, identificar o que leva uma amostra a ter um desvio. Para isso, foram escolhidas 3 obras, sendo duas da cidade de Curitiba/PR e a terceira da cidade de Fazenda Rio Grande/PR, de tipos de concretos diferentes.

Para minimizar os erros e, assim, validar o estudo, todas as moldagens foram realizadas pelo mesmo profissional, bem como a prensa utilizada foi à mesma para todos os casos.

Para efeitos comparativos, foram moldados in loco 9 corpos de prova de 3 caminhões aleatoriamente escolhidos, de cada obra.
Também foram utilizadas as mesmas datas de rompimento da central de concreto parceira, ou seja, 7 e 28 dias.

Pode-se observar que as amostras moldadas in loco obtiveram uma maior linearidade nos resultados, ou seja, os valores da resistência obtida através do rompimento dos corpos de prova obra não oscilaram muito em comparação com as amostras moldadas remotamente. Os principais fatores que influenciaram nesse resultado foram à distância entre a obra e a usina e o alto tráfego enfrentado pelos motoristas dos caminhões betoneira.

Ler artigo completo “Comparativo de Resistência à Compressão do Concreto entre os Métodos de Moldagem Remota e Moldagem In Loco para Diferentes Traços”

Autores: Denaura Valdina dos Santos (denaura.santos@concrebras.com.br), Eduardo Henrique Luchtenberg (ehberg92@gmail.com), Gean Carlos Dias de Oliveira (geanf1mc@hotmail.com), Cristiane Lourencetti Burmester (crisburmester@hotmail.com) e Eliane Pereira de Lima (eliane.lima@utp.br) – Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)




Outros artigos interessantes:




2 Comentários a Comparativo de Resistência à Compressão do Concreto entre os Métodos de Moldagem Remota e Moldagem In Loco para Diferentes Traços

  1. Excelente artigo Tecnico

    Excelente artigo técnico, eu ja realizo esse procedimento de moldagem remolta desde 2005, iniciamos na Cimpor e agora dou continuidade da Concreserv.

  2. Nana

    Excelente artigo!
    Parabéns aos envolvidos.

Comentar

* Obrigatório