Material de Revestimento Mantém Coberturas de Edifícios a Temperaturas Inferiores à Atmosférica

5 Junho, 2015.

Material de Revestimento Mantém Coberturas de Edifícios a Temperaturas Inferiores à Atmosférica

Investigadores da Universidade de Tecnologia de Sydney (UTS) desenvolveram um revolucionário material de revestimento para coberturas de edifícios que permite manter a superfície a uma temperatura inferior à temperatura ambiente, mesmo quando exposta diretamente aos raios solares durante os meses de Verão.

A inovadora tecnologia poderá ter implicações globais na redução dos gastos energéticos decorrentes do funcionamento dos ares-condicionados para arrefecimento dos compartimentos e também no combate ao efeito de estufa em áreas urbanas.

O material de revestimento, fabricado por intermédio da sobreposição sucessiva de camadas de poliéster e prata, absorve apenas 3% da luz incidente e permite a dissipação do calor através de irradiação com comprimentos de onda infravermelhos, que não são absorvidos pela atmosfera.

Quando aplicado sobre uma cobertura inclinada de cor branca, o revestimento permitiu a redução da temperatura superficial em 11 graus centígrados.

Extensas campanhas de ensaios efetuadas com o novo material de revestimento permitiram concluir também que seu desempenho não se altera significativamente quando há acumulação de sujidade superficial, sendo por isso aplicável em zonas com elevada poluição atmosférica.

Fonte e Imagens (adaptadas): UTS




Outros artigos interessantes:




1 Comentário a Material de Revestimento Mantém Coberturas de Edifícios a Temperaturas Inferiores à Atmosférica

  1. Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado em Edifícios Sustentáveis no Climamed 2015 | EngenhariaCivil.com

    […] da Indústria da Refrigeração e Ar Condicionado (APIRAC), a Associação Técnica Espanhola de Climatização e Refrigeração (ATECYR) e a Sociedade Turca de Engenheiros Sanitários e de AVAC (TTMD), […]

Comentar

* Obrigatório