Sistemas ferroviários europeus vão usar tecnologias espaciais da ESA

23 Fevereiro, 2016.

Sistemas ferroviários europeus vão usar tecnologias espaciais da ESA

A Agência Espacial Europeia (ESA) está a desenvolver parcerias com as principais empresas fabricantes e agências ferroviárias europeias para a aplicação de tecnologias de ponta, desenvolvidas no âmbito dos seus programas de exploração espacial, aos sistemas ferroviários do velho continente.

A iniciativa denomina-se “Space4Rail” e permitiu que algumas das tecnologias da ESA estejam já a ser testadas na prática, como a aplicação de navegação satélite à monitorização de composições ferroviárias, verificação da integridade da infraestrutura ferroviária e previsão da degradação e derrocada de taludes ao longo da plataforma viária.

No âmbito destas parcerias, é a própria ESA que está a financiar e oferecer suporte técnico aos projetos, incluindo o acesso aos seus laboratórios. A ESA assume igualmente um papel de intermediário entre a indústria espacial, os fornecedores de serviços e a indústria ferroviária.

O Controlo de Última Geração de Comboios (NGTC) é um dos projetos com mais notoriedade da iniciativa, consistindo no uso e integração de tecnologias avançadas de satélite nos sistemas de sinalização ferroviária.
Este projeto é coordenado pela Associação Europeia de Fabrico Ferroviário (UNIFE) e conta com o apoio da Comissão Europeia. Conta igualmente com a participação de alguns dos mais importantes fornecedores europeus de sinalização ferroviária, operadores de sistemas ferroviários, gestores de infraestruturas e operadores de sistemas ferroviários urbanos.

Os programas específicos da ESA que estão a contribuir para a iniciativa Space4Rail são o programa de Investigação Avançada em Sistemas de Telecomunicações (ARTES), Programa de Suporte Tecnológico Geral (GSTP), Programa de Pesquisa Tecnológica (TSP) e Programa de Estudos Gerais (GSP).

A Space4Rail conta atualmente com quase duas dezenas de linhas de cooperação em áreas tão diversas como a deteção de obstáculos para a promoção da segurança em atravessamentos ferroviários, avaliação do desempenho de integridade de algoritmos no ecossistema ferroviário, otimização dos sistemas de banda larga em comboios em movimento, redução dos riscos e otimização de operações de logística ferroviária ou ainda na área do posicionamento avançado de composições ferroviárias.

Os programas do Space4Rail incluem igualmente tecnologias na área da prevenção de acidentes nos atravessamentos ferroviários, fornecimento de serviços multimédia em comboios, gestão do risco de exposição da infraestrutura de transporte ferroviário a escorregamentos de terra e outros incidentes geotécnicos, navegação ferroviária de muito elevada precisão e integridade e autodeterminação do posicionamento e velocidade, entre muitas outras.

Fonte: ESA| Imagem (adaptada): via ESA




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório