Ferrovial e MIT desenvolvem sistema inovador de inspeção de redes de iluminação urbana

28 Setembro, 2016.

Ferrovial e MIT desenvolvem sistema inovador de inspeção de redes de iluminação urbana

A gigante espanhola da construção civil, Ferrovial e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) estão a desenvolver um inovador sistema de avaliação do estado de conservação de redes de iluminação urbana, que utiliza sensores avançados montados em veículos de inspeção.

O processo de inspeção tradicional passa por verificar visualmente e de forma independente cada um dos componentes da rede, como postes de iluminação, de forma a determinar o seu funcionamento e a determinar as necessidades de manutenção.
A alternativa a este processo exaustivo é a realização de campanhas regulares de substituição de componentes, como lâmpadas, como medida preventiva e independentemente do seu estado de conservação. Embora mais prática, esta alternativa é mais dispendiosa e pouco ecológica, uma vez que retira de serviço componentes ainda em perfeito estado de funcionamento.

Aquilo que os engenheiros do MIT e da Ferrovial se propuseram criar, foi um sistema dotado de elevada automatização, que permitisse determinar de forma fácil e rápida, o estado de conservação de cada um dos componentes da rede de iluminação.

O veículo equipado pela equipa de desenvolvimento é dotado de um conjunto de câmaras e sensores de elevada fiabilidade que permitem detetar, por exemplo, se a lâmpada de um poste de iluminação se encontra a funcionar.

O objetivo é que estes veículos circulem durante a noite, pelas diferentes vias urbanas e que detetem automaticamente, através de mecanismos avançados de posicionamento, a localização exata de cada um dos componentes, circunscrevendo eventuais alterações às condições da última inspeção.

Os algoritmos de deteção do MIT possibilitam a distinção entre fontes de luz de edifícios e de sistemas de iluminação urbana, bem como a intensidade de iluminação de forma a detetar lâmpadas que estão prestes a falhar ou ainda zonas com baixo nível de iluminação, que requerem a instalação de pontos de luz suplementares.

O mapa compilado pelos dados recolhidos em campo permite o planeamento preciso de campanhas de manutenção e a avaliação de pontos fracos na rede, passíveis de serem melhorados.

O equipamento desenvolvido pelos investigadores pode igualmente ser montado em veículos de serviços públicos, como autocarros, camiões do lixo ou carros da polícia, dispensando o uso de veículos dedicados.

Fonte: MIT | Imagem (adaptada): Jose-Luis Olivares via MIT




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório