Projeto Digital Matatus modela sistema informal de transportes de Nairóbi

27 Agosto, 2015.

Projeto Digital Matatus modela sistema informal de transportes de Nairobi

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a Universidade de Columbia, a Universidade de Nairóbi, e o Groupshot Design Consultancy juntaram esforços num projeto de mapeamento digital do sistema informal de transportes da cidade de Nairóbi, no Quénia. Tal como na maioria das grandes cidades em países em desenvolvimento, a rede de transportes coletivos de Nairobi funciona sobretudo com base em veículos privados do tipo pick-up, minivan e pequenos autocarros (“Matatus”), o que torna extremamente difícil a sua caracterização quantitativa e qualitativa.

O projeto Digital Matatus está a ser implementado de forma colaborativa e em código-aberto, tendo os investigadores e colaboradores locais envolvidos utilizado smartphones para recolher e analisar a informação sobre a rede de transportes.

O software móvel utilizado no Digital Matatus permitiu a coleta de um conjunto importante de dados como as características e localização das paragens, muitas vezes não assinaladas visualmente e apenas conhecidas dos utilizadores frequentes, trajetos, volumes de tráfego, características dos veículos e quantidade de passageiros, entre outros.

Devido à sua configuração open-source, a base de dados do Digital Matatus pode ser facilmente integrada e disponibilizada publicamente no Google Maps, permitindo a qualquer habitante ou visitante de Nairóbi, munido de um smartphone, navegar facilmente pela rede informal de transportes coletivos do centro urbano e periferia.

O estudo permitiu quantificar cerca de 3 mil paragens e 130 trajetos regulares, que servem um total de 3.5 milhões de utilizadores.

Fonte e Imagens (adaptadas): via Digital Matatus; MIT




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório