Estudantes de Engenharia Civil Criam Placas para Construção à Base de Cascas de Arroz

28 Maio, 2015.

Estudantes de Engenharia Civil Criam Placas para Construção à Base de Cascas de Arroz

Um grupo de estudantes da Faculdade de Engenharia Riverside Bourns da Universidade da Califórnia utilizou cascas de arroz, um subproduto da indústria agrícola, para produzir placas para construção, alternativas aos aglomerados de madeira. Embora aquele resíduo seja utilizado no fabrico de elementos construtivos há mais de duas décadas, os estudantes americanos adaptaram os processos produtivos aos recursos disponíveis em países em desenvolvimento, fazendo igualmente uso de substâncias de ligação amigas do ambiente.

Ao contrário dos aglomerados tradicionais de madeira, obtidos com base em aparas de madeira, o material produzido pelos estudantes Chris Yang, Lamees Alkhamis, Colin Eckerle, Jeniene Abugherir e Joel Sanchez (na fotografia abaixo) não é suscetível de ser atacado por térmitas. Outras matérias-primas ambientais, frequentemente usadas na construção, como bambu ou fibras de coco possuem também essa vulnerabilidade, determinante na durabilidade de edifícios e outras estruturas.

Por outro lado, em vez de resinas epóxi que contêm formaldeído, um composto perigoso para o meio ambiente, os estudantes usaram uma mistura de Tanino, um polifenol de origem vegetal e Caseína, uma fosfoproteína que se encontra nos produtos lácteos, como agente de ligação.

Os novos painéis de cascas de arroz podem também ser fabricados a um custo significativamente inferior aos painéis de aglomerado de madeira. Um metro quadrado daquele material pode ser produzido por apenas 6 dólares por metro quadrado, em oposição aos painéis tradicionais, aos quais está associado um custo médio de 8.5 dólares nos EUA.

O projeto já valeu aos estudantes norte-americanos, duas distinções na área de inovação e sustentabilidade, em particular o Prémio Intel de Inovação Ambiental e o primeiro lugar no Concurso Internacional de Design Ambiental IEE/WERC.

Fonte: Universidade da Califórnia | Imagens (adaptadas): via UCR Today




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório