Novos Sensores Permitem a Avaliação em Tempo Real da Qualidade da Água

30 Abril, 2015.

Novos Sensores Permitem a Avaliação em Tempo Real da Qualidade da Água

Sensores desenvolvidos na Universidade de Wisconsin-Milwaukee, nos EUA, permitem a deteção, em tempo real, de vestígios bacterianos e de metais pesados em sistemas de distribuição de água. Este tipo de tecnologia de monitorização contínua da qualidade da água potável é considerado determinante para a sustentabilidade do mercado mundial da água e um instrumento de proteção imediata contra a ameaça, à saúde pública, das reservas de água contaminadas.

Os sensores, fabricados para operarem em ambientes líquidos durante longos períodos de tempo, possuem grande precisão, conseguindo identificar, mesmo quantidades residuais, de metais pesados. Para a determinação da acidez da água, os sensores necessitam de uma quantidade de amostragem ínfima, correspondente aproximadamente a uma gota de água, para fornecer dados precisos sobre o pH.

A tecnologia é também de baixo custo, podendo ser usado tanto por empresas e concessionárias de fornecimento e distribuição, como por particulares que possuem poços privados de água para consumo humano.
Além disso pode ser aplicada diretamente a sistemas de abastecimento existentes, integrada em bombas, filtros, purificadores ou tubagens, não requerendo modificações profundas.

Fonte: Universidade de Wisconsin-Milwaukee | Imagem (adaptada): Universidade de Wisconsin-Milwaukee




Outros artigos interessantes:




2 Comentários a Novos Sensores Permitem a Avaliação em Tempo Real da Qualidade da Água

  1. Ana Castro

    artigo muito interessante. É interessante ver como o mercado da água se concentra cada vez mais nas questões da sustentabilidade.

  2. Carmo Neto

    Notícia muito boa!

Comentar

* Obrigatório