O Edifício que Produz a sua Própria Energia

21 Agosto, 2012.

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

A sede da Oklahoma Medical Research Foundation, localizada na cidade de Oklahoma, nos EUA ocupa um dos edifícios mais sustentáveis alguma vez construídos. A cobertura está equipada com uma instalação de turbinas eólicas que tornam o edifício virtualmente auto-suficiente em termos energéticos.

A instalação, projetada pelas empresas Venger Wind e SWG Energy, é uma das maiores no mundo e a maior existente nos EUA e é constituída por dezoito turbinas omnidirecionais de eixo vertical, de 4,5 KW, cada. Estas turbinas são capazes de funcionar com velocidades do vento bastantes reduzidas e não necessitam de electricidade da rede para o arranque.

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

As turbinas são particularmente silenciosas e não constituem um entrave estético para o edifício. Pelo contrário, o edifício foi projetado de raiz para incluir a instalação eólica, o que permite uma total integração estética e funcional.

No vídeo seguinte pode ver-se um time-lapse da montagem de uma das turbinas eólicas Venger V2, pela SWG Energy na Oklahoma Medical Research Foundation.

As fotografias seguintes mostram as diversas fases da construção e instalação.

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

O Edifício que Produz a sua Própria Energia

Imagens e Vídeos: Venger Wind
Fonte: Oklahoma Medical Research Foundation, Venger Wind




Outros artigos interessantes:

Travessia Doha Sharq no Catar Avança em 2015
Arranca em Pequim a Construção do Chaoyang Park Plaza
Fachadas Construídas com Materiais Bio Compósitos Permitem Reduzir a Metade Gastos Energéticos
Brighton i360 declarada a torre mais esbelta do mundo pelos Recordes Mundiais do Guinness
Engenheiros civis norte-americanos desenvolvem betão inspirado na estrutura óssea
Compilação das melhores operações de desmonte com recurso a explosivos em obras de construção

         
         


Tópicos Relacionados

         -  Condensação de água em telhas
         -  Urgente - Que torneiras são?
         -  Vigas de madeira x vão máximo
         -  Cupolex
         -  Subir piso em moradia térrea geminada isolada (2 fogos)
         -  Flutuante ou cerâmico para chão radiante hidráulico
         -  Força do vento levantando telhas
         -  Peso Laje X Paredes
         -  Honorários para Direção de Obra
         -  Dimensões da Sapata
          

Artigos Relacionados

         -  Visualizando algoritmos de otimização energética de edifícios
         -  Noruega recorre a agregados britados locais para tornar a produção ...
         -  Eleito o melhor edifício de grande altura da China em 2016
         -  Prevenção de acidentes no setor da construção através ...
         -  Revelados os melhores edifícios do Reino Unido de 2016
         -  Um incrível sistema alemão de transporte urbano de pá...
         -  Holanda vai construir o parque eólico mais barato do mundo
         -  Construção da Terceira Travessia do Bósforo
         -  Aproveitamento do calor gerado em datacenters para aquecimento de edifícios ...
         -  Produzindo betão com lamas de Estações de Tratamento de Á...

Vídeos Relacionados

         -  Edifício dinâmico do Centro de Convenções SwissTech
         -  Um robot para obras de construção – Parte 2
         -  Um robot para obras de construção – Parte 1
         -  A execução da ilha-porto de Abu Dhabi
         -  Edifício solar capaz de intercâmbio de energia com veí...
         -  Construção de ponte com drones na Suíça
         -  Impressora 3D para construção com 12 metros de altura
         -  Vídeo do progresso da construção da nova sede da ...
         -  Engenheiros Australianos Criam Robot que Assenta Tijolos
         -  Construção do One WTC ao Longo de Mais de uma ...

1 Comentário a O Edifício que Produz a sua Própria Energia

  1. Nilma Santos

    Muito interessante e importantíssimo para o meio ambiente!! Cada vez mas me interesso pelo curso de Engenharia Civil. Pretendo terminar minha graduação de Licenciatura Plena em Matemática e fazer Eng. Civil posteriormente!!

Comentar

* Obrigatório