Segurança na Construção

25 Agosto, 2010.

O tema da segurança na construção civil assume particular relevância na actualidade, por se tratar de uma área com valores elevados de acidentes, surgindo as primeiras preocupações legais neste âmbito, no que concerne a aspectos de responsabilização.

De facto, a análise estatística dos números de acidentes de trabalho, continua a apontar para um crescimento acelerado dos mesmos, o que torna pertinente conhecer os diversos
aspectos deste problema.
Texto baseado no original de Cristina Madureira dos Reis


Outros artigos interessantes:

O Mais Alto Edificio da Áustria - Donaucity 1
Projeto do Parque Logístico Industrial Luoniushan
Investigadores da Universidade de Illinois Criam Polímeros Autorregeneráveis
Cimento Mais Sustentável com Resíduos Cerâmicos Criado em Espanha
Edifícios Gémeos no Médio Oriente vão ter Fachadas Protegidas por Guarda-Sóis
Arranca em Pequim a Construção do Chaoyang Park Plaza

         
         


Tópicos Relacionados

         -  Alvenaria autoportante e carga máxima de 150kg/m². Forma correta de calcular a carg
         -  Invernação da piscina + xixi na água da piscina.
         -  Eliminar bicho da madeira .
         -  Tesouras
         -  Impermeabilização de fontes ornamentais_Soluções técnicas
         -  Exaustor
         -  Ajuda em método de construção de laje.
         -  Socorro! Tenho uma duvida
         -  Novos Adesivos de Montagem Pattex PL600 Montafix
         -  Tenho uma dúvida
          

Artigos Relacionados

         -  Ranking dos 10 Edifícios Mais Altos do Mundo em 2014
         -  Sistema de Elevadores de Estaleiro JumpLift Garante uma Construção Mais Segura e Eficiente de Arranha-Céus
         -  Fernandes Arquitetos Revela Imagens de Arena Multiusos em Cochabamba na Bolívia
         -  Centro de Congressos de Cracóvia Integra as Mais Avançadas Tecnologias Acústicas
         -  IRF Anuncia Vencedores dos Prémios GRAA 2014 de Engenharia Rodoviária
         -  Resultados da Última Fase de Candidatura ao Ensino Superior Confirmam 2014 Como Ano Negro para a Engenharia Civil Portuguesa
         -  Edifício do Teatro De Stoep Projetado pela Arup e UNStudio Inaugurado na Holanda
         -  Alguns Contributos da Nanotecnologia para a Indústria da Construção
         -  Avaliação Bibliométrica da Produção Científica de Professores Associados e Catedráticos de Departamentos de Engenharia Civil em Universidades Portuguesas
         -  Evolução das Candidaturas ao Curso de Engenharia Civil em Universidades Portuguesas

Vídeos Relacionados

         -  Sistema de Sombreamento que se Adapta à Radiação Solar e Ocupantes
         -  Transporte Fluvial de uma Casa de 240 Toneladas
         -  Polímero Autorregenerável Criado nos EUA
         -  Proteção Solar Mecânica de Fachadas
         -  Projeto da Basílica da Sagrada Família
         -  Construção de Estação Ferroviária em Melbourne
         -  Contour Crafting – Automação da Construção
         -  Impressão 3D de Edifícios
         -  Trailer do Documentário “Men at Lunch”
         -  Corte de Elemento Metálico em Câmara Super Lenta

10 Comentários a Segurança na Construção

  1. Gualter Marques

    A segurança e saúde no trabalho da construção tem sofrido grandes mudanças e evoluções nos últimos 5 anos. Isto permitiu que as diversas entidades intervenientes no processo construtivo: o estado, as companhias de seguro, as empresas, os projectistas, os operários e os directores e gestores de obra se pudessem articular de forma mais harmoniosa.

    parabéns pelo site

  2. Simone

    O nosso país é sem dúvida dos que maior índice de acidentes no local de trabalho tem. E então nas obras e nos estaleiros de construção a situação é gritante, com acidentes diários, muitas vezes devido ao incumprimento e incúria dos directores de obra e técnicos de segurança e saúde no trabalho.

  3. Américo Rodrigues

    Depois de mais de uma década de inoperância do estado e do governo de josé sócrates, no que diz respeito à implementação de leis de segurança na construção civil mais eficientes, poucas dúvidas nos devem restar em considerar que o estado nos abandonou à nossa sorte numa qualquer obra perigosa por esse portugal fora.

    O que se verifica é que na actual legislação portuguesa da construção, há diversos diplomas que são pouco específicos e inadequados à área da segurança e saúde na construção. Passo a citar:
    – O ultrapassadíssimo RGEU
    – Regime Jurídico de Obras Públicas contem vazios jurídicos
    – Portaria 104/2001, de 21 de Fevereiro com articulados completamente desadequados
    – Decreto-Lei 12/2004, de 9 de Janeiro
    – Portaria 16/2004 que não é cumprido ou fiscalizado
    – O Regime Jurídico da Urbanização e da Edificação
    – A forma como se estabelecem os honorários referentes aos projectos de obras públicas
    – O Código Deontológico das Ordens dos arquitectos e dos Engenheiros e respectivos estatutos

  4. Tomé Filipe Pinto Silva

    Gostaria de acrescentar que um dos grandes problemas prende-se com a desadequação da actividade das seguradoras seguradoras que têm sido repetidamente advertidas e sancionadas pelas irregularidades nos seguros de responsabilidade civil profissional utilizados na actividade da contrução civil

  5. anita

    Achei interessante e informativo o seu comentário, Américo Rodrigues, mas não podemos ser tão pessimistas. Há questões que têm sido levantadas e evolução nas normas de segurança que devem ser levadas em conta e elogiadas.

  6. Francisco Rebelo

    Trabalho com responsável da segurança de obras há alguns anos e posso-vos dizer que existe uma total impunidade na utilização de pessoas não qualificadas para esta posições. O resultado está à vista, portugal é um ponto negro na segurança na construção na Europa.

  7. Henrique m

    Eu penso que há uma forte carência de cultura da segurança na sociedade portuguesa. É uma questão de mentalidade

  8. Jaraci

    Como faço para obter o artigo?

  9. adilson

    analisando os ricos comentarios cheguei a conclusão de que a culpa pelo elevado nivel de acidentes na industria da construção e derivada de gestores que não tem a vida de seus subordinados como bem maior, tambem é relevante considerar o nivel cultural das pessoas que trabalham nesse ramo, a falta de mão de obra, prazos apertados e ainda a multipluradidade de atividades que o funcionario vem a desenvolver.

    adilson silva tec. em segurança do trabalho.

  10. Lucas

    Parabéns pelo site!

Comentar

* Obrigatório