Revelado Elevado Desperdício de Espaço Nos Edifícios Mais Altos do Mundo

5 Setembro, 2013.

Edifícios Mais Altos do Mundo

O Conselho de Edifícios de Grande Altura e Habitat Urbano (CTBUH) revelou estatísticas impressionantes sobre a percentagem de espaço não habitável/ocupável em alguns dos mais altos arranha-céus do mundo. Isto deve-se em grande parte à crescente tendência do uso de antenas, espiras e outras extensões no topo destes edifícios, a maioria das vezes sem aplicação prática, apenas com objetivos estéticos ou de exibição de riqueza e poder. Como exemplo, o organismo não-governamental americano revela que mais de 29% da altura do Burj Khalifa (cerca de 244 de um total de 828 metros) não é habitável.

Mas o edifício que bate todos os recordes de desperdício relativo de espaço é o Burj Al Arab, no Dubai. Para permitir a comparação efetiva do espaço desperdiçado entre os diferentes edifícios, o CTBUH estabeleceu aquilo que chamou de Altura de Vaidade que é a distância entre a altura do mais alto piso habitável e a altura arquitetónica do edifício. No Burj Al Arab, apenas 198 metros de um total de 321 são habitáveis, o que corresponde a uma Altura de Vaidade de 124 metros e uma percentagem de 39% de altura não habitável.

O mesmo estudo revelou são os Emiratos Árabes Unidos (EAU) que possuem a maior Altura de Vaidade Média em mega-arranha-céus, edifícios com altura superior a 300 metros, com uma percentagem média de 19% de altura não habitável. Segue-se a China e os EUA, com 14% e 13% respetivamente.
O CTBUH concluiu também que, sem as extensões estruturais cerca de 61% dos mega-arranha-céus mundiais teriam menos de 300 metros e portanto perderiam aquele estatuto.

Fonte: CTBUH
Imagens: CTBUH




Outros artigos interessantes:




2 Comentários a Revelado Elevado Desperdício de Espaço Nos Edifícios Mais Altos do Mundo

  1. Imagem do Dia: Torre Aqua de Chicago | EngenhariaCivil.com

    […] arranha-céus Aqua faz parte da mais recente geração de edifícios super-altos da baixa de Chicago, EUA. Com 82 pisos e 262 metros de altura, é caraterizado por lajes de betão […]

  2. O Mais Alto Edificio da Áustria - Donaucity 1 | EngenhariaCivil.com

    […] 60 pisos a Torre DC 1 é o maior edifício de escritórios da Áustria e um dos mais altos arranha-céus da Europa, elevando-se a 250 metros de altura nos céus de Viena. A estrutura, de 138 mil metros […]

Comentar

* Obrigatório