Australianos fabricam através de impressão 3D dispositivo capaz de elevar vigas de 240 kg

16 Fevereiro, 2016.

Australianos fabricam dispositivo capaz de elevar vigas de 240 kg através de impressão 3D

Um dos grandes problemas das tecnologias de impressão polimérica 3D atuais, no que diz respeito à sua aplicação no setor da construção, é a relativa fragilidade dos elementos produzidos. No entanto a evolução das técnicas e materiais estão rapidamente a modificar essa situação. Um exemplo disso é um dispositivo de elevação fabricado e apresentado recentemente pela 3D Printing Solutions, que foi completamente impresso com recurso a filamento de policarbonato.

O macaco mecânico do tipo tesoura foi fabricado com filamento de policarbonato PolyMaker PC-Plus, sem quaisquer elementos metálicos adicionais e testado na elevação de duas vigas pré-fabricadas de betão, tradicionalmente utilizadas como travessas ferroviárias, cada uma com um peso de 120 quilogramas, num total de 240 quilogramas.
Embora as vigas se encontrassem apoiadas numa das extremidades e, portanto, o peso realmente elevado tivesse sido consideravelmente menor, o feito não deixa de ser impressionante e demostrativo da real aplicabilidade deste tipo de tecnologias ao setor da construção.

A empresa australiana deixou também claro que este é apenas um elemento de demostração e que o que se pretendeu demonstrar não foi a potencial substituição do aço por policarbonato no fabrico de macacos de elevação, mas antes o estado atual da qualidade e resistência mecânica do material disponível para impressão 3D polimérica e a sua aplicabilidade a processos industriais pesados.

A impressora utilizada foi a UP Box 3D tendo os elementos constituintes do dispositivo sido impressos com uma precisão de camada de 0.1 milímetros.

O macaco não revelou quaisquer fissuras ou sinais de fadiga estrutural.

Fonte: 3D Printing Solutions | Imagem (adaptada): via 3D Printing Solutions




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório