Uso de veículos aéreos não tripulados na inspeção de estradas e monitorização estrutural de pontes

14 Abril, 2016.

Uso de veículos aéreos não tripulados na inspeção de estradas e monitorização estrutural de pontes

Investigadores da Universidade do Pacífico (UP), em Stockton, Califórnia estão a desenvolver novas tecnologias que exploram as vantagens do uso de veículos aéreos não tripulados (UAV), tipicamente denominados “drones”, na inspeção e monitorização de pontes, estradas e outras infraestruturas.

Os engenheiros da UP desenvolveram um sistema que permite, aos veículos aéreos não tripulados, voarem de forma estabilizada ao longo do tabuleiro de uma ponte e carregarem as baterias de sensores de monitorização dos elementos estruturais.

Este sistema adaptativo e autónomo de gestão energética, dirigido a redes de sensorização de última geração, permite o funcionamento ininterrupto e sem necessidade de intervenção humana, de sensores dotados de tecnologias de comunicação sem fios e outros dispositivos eletrónicos que se encontrem em locais fisicamente afastados de fontes de alimentação elétrica.

O carregamento dos sensores é efetuado através de tecnologias de indução energética de proximidade, não havendo necessidade de contacto direto.

O reabastecimento elétrico das baterias dos UAV é conseguido através de sistemas de acoplagem desenhados especificamente para aquele tipo de veículos.

A tecnologia da universidade privada norte-americana possibilita igualmente o reabastecimento e recolha autónoma de dados de sensores flutuantes, localizados a grande distância da costa, em pontos onde a transmissão de dados para a estação base em terra seja problemática.
Isto evita a constante necessidade de deslocação, usando embarcações, dos técnicos até aos sensores, para recolha dos dados ou reinício de equipamento bloqueado.

Fonte: UP| Imagens (adaptadas): via UP / The Conversation




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório