Engenheiros Chineses criam papel de parede inteligente que consegue detetar incêndios em edifícios

17 Maio, 2018.

Engenheiros Chineses criam papel de parede inteligente que consegue detetar incêndios em edifícios

Investigadores do Instituto de Materiais Cerâmicos de Xangai e da Academia Chinesa de Ciências desenvolveram um papel de parede inteligente, que além de ser ignífugo, consegue detetar a propagação de fogos em edifícios.

Ao contrário do papel de parede tradicional, geralmente muito inflamável, o novo papel de parede inteligente permite aumentar a segurança ao fogo em edifícios tanto de forma passiva, por não contribuir para a propagação do incêndio, mas também de forma ativa, por permitir o alerta dos ocupantes.

O sistema, que é constituído por um conjunto de sensores integrados no papel de parede, possibilita assim um aumento substancial na segurança ao fogo de edifícios.

O novo material é fabricado com papel inorgânico resistente ao fogo, com integração de uma malha de sensores térmicos à base de nanofios de hidroxiapatite e óxido de grafeno.
À temperatura ambiente, o óxido de grafeno termo-sensível permanece num estado de isolamento elétrico. No entanto, na presença de temperaturas elevadas, este material torna-se condutor de eletricidade.

Durante um incêndio as temperaturas sobem rapidamente, removendo o oxigénio do material, o que leva à passagem do óxido de grafeno para um estado eletricamente condutor. Isto leva ao accionamento de dispositivos de alerta sonoro e luminoso, que irão avisar os ocupantes do edifício do perigo iminente.

A modificação da superfície leva também à ativação das suas propriedades ignífugas, resultando num material capaz de retardar as chamas por cerca de 5 minutos.

Fonte: EngenhariaCivil.com; Instituto de Materiais Cerâmicos de Xangai | Imagens (adaptadas/ilustrativas): EngenhariaCivil.com; via Pixabay




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório