O Verme Urbano de Renzo Piano

3 Junho, 2014.

O Verme Urbano de Renzo Piano

A construção do edifício da Fundação Jérôme Seydoux-Pathé aproxima-se rapidamente da conclusão, na Avenue des Gobelins, em Paris. Da autoria do arquiteto Renzo Piano, o projeto arquitetónico de reabilitação inseriu, numa das mais antigas zonas da cidade, uma estrutura contínua, de contornos curvos, contrastante com o edificado histórico circundante.

Com 2200 metros quadrados de área interior, o edifício será ocupado por escritórios, sala de arquivo, centro de pesquisa e documentação, biblioteca e um espaço dedicado a exposições e projeção de filmes.

A forma e disposição no novo edifício, cuja execução implicou a demolição de dois edifícios existentes, permitiram o aumento do espaço disponível, bem como um incremento significativo no acesso à luz e ventilação naturais, mesmo nos compartimentos mais recuados.

O projeto de engenharia civil foi desenvolvido pelo consultor francês VP&Green, sendo o projeto de estruturas da autoria do gabinete ad.structure e da Omnis Bâtiment. As porções metálicas do edifício foram dimensionadas pela RBS Design.

A estrutura do edifício é composta por uma extensa casca perimetral de betão armado com uma espessura média de 22 centímetros, caracterizada por curvas pronunciadas e cumeada por uma cobertura mista em aço e vigas em arco de madeira lamelada colada. O revestimento exterior é composto por painéis metálicos e painéis envidraçados.

A fachada original, executada pelo escultor francês Auguste Rodin foi totalmente preservada, sendo apenas sujeita a pequenas obras de conservação.

Fonte: RPBW; Omnis Bâtiment | Imagens: Michel Denancé via RPBW (adaptadas)




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório