CO2ncrete: Universidade da Califórnia utiliza gases poluentes para produzir betão

1 Abril, 2016.

CO2ncrete: Universidade da Califórnia utiliza gases poluentes para produzir betão

Investigadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) desenvolveram um novo processo de fabrico de betão que utiliza, como uma das matérias primas, dióxido de carbono proveniente de emissões de grandes centrais elétricas.

Ao contrário de processos anteriormente estudados, a nova tecnologia da UCLA não passa por capturar gases poluentes com o objetivo de os armazenar no seio de materiais de construção, libertando assim a atmosfera dos seus efeitos nocivos, mas antes capturar CO2 para o utilizar diretamente no fabrico de cimento.

A tecnologia desenvolvida pelos engenheiros norte-americanos permite a produção de um material cimentício, adequadamente denominado “CO2ncrete”, através da combinação de cal com gases de combustão recolhidos diretamente nas chaminés de centrais.

Esse material é especialmente indicado para ser integrado em processos de fabrico aditivos, através do uso de equipamento de impressão tridimensional de grandes dimensões que permitam a obtenção de elementos estruturais singulares ou estruturas porticadas de elevada complexidade.

Embora até agora os investigadores da UCLA apenas tenham testado a tecnologia em ambiente laboratorial, no fabrico de pequenos objetos, o objetivo principal é tornar o processo viável para produção em grande escala.

Fonte: UCLA | Imagens (adaptadas): UCLA




Outros artigos interessantes:




Comentar

* Obrigatório